Polícia

Polícia simula homicídio de vigilante de banco em março deste ano

Reprodução ocorre nesta quinta-feira

Midiamax Publicado em 14/09/2016, às 21h01

None
policia.jpg

Reprodução ocorre nesta quinta-feira

A 1ª Delegacia de Polícia de Campo Grande realiza nesta quinta-feira (15), às 9h, a reprodução simulada do homicídio de Celso de Jesus Gomes, de 40 anos, em março deste ano. Ele era vigilante do banco Itaú, da Avenida Coronel Antonino e foi atingido com um tiro na cabeça, na troca de plantão, por um colega de trabalho.

O crime ocorreu, por volta das 15h, quando Arivaldo Gadea Marcelino, também de 40 anos, alegou ter perdido o controle do revólver calibre 38, ao passá-lo para Celso. A arma teria caído no chão e disparado acidentalmente.

Um Inquérito Policial foi instaurado pela 1ªDP sob a presidência do Delegado Miguel Said, que visando auxiliar as investigações decidiu promover a simulada no interior da agência bancária.

Os envolvidos na ocorrência estarão presentes, para esclarecer possíveis dúvidas à polícia.

Jornal Midiamax