Polícia

Polícia ouve marido de empresária e investiga causas de acidente na MS-267

A vítima teria mandado áudios se despedindo da família 

Midiamax Publicado em 30/06/2016, às 18h21

None
250246_55108_48185.jpg

A vítima teria mandado áudios se despedindo da família 

O marido da empresária Renata Sampaio, de 37 anos, deve prestar depoimento na Delegacia de Polícia Civil de Batayporã na tarde desta quinta-feira (30). Segundo testemunhas, o homem foi um dos primeiros a chegar ao local do acidente que matou a mulher na MS-267 nesta terça-feira (28).

A empresária, que era dona de um restaurante em Nova Andradina, morreu depois de invadir a pista contraria e colidir o carro que conduzia em um caminhão Ford Cargo. Com o impacto, Renata morreu na hora e agora a polícia investiga se o acidente foi intencional, já que conhecidos da família afirmaram que ela enviou áudios em tom de despedida para parentes próximos.

Pessoas próximas também relataram que Renata apresentava sinais de depressão e por isso o marido e famílias dela devem prestar depoimento da delegacia. O celular da vítima e também as mensagens enviadas aos familiares já estão com a polícia.

Acidente

A empresária iria para Batayporã conduzindo um GM Cobalt para buscar uma funcionária, mas desviou o trajeto sentido à Anaurilândia.  No caminho, Renata invadiu a contramão e colidiu de frente com um caminhão, que seguia sentido Batayporã, cidade a 306 quilômetros de Campo Grande.

Com a força do impacto o carro ficou completamente destruído e Renata morreu no local. O caminhão teve danos na parte frontal e o motorista apesar de não ter sofrido nenhum ferimento ficou muito abalado e em estado de choque.

Jornal Midiamax