Polícia

“O corre tá fervendo”: mensagens de celular entregam suspeitas de tráfico

Dupla foi presa no Nhanhá

Renata Portela Publicado em 29/02/2016, às 10h44

None
depac_piratininga_-_mj_3.jpg

Dupla foi presa no Nhanhá

Na noite de domingo (28), por volta das 23 horas, Alexia Goulart Bertoco do Nascimento e Sonia Regina da Silva, as duas de 21 anos, foram presas em flagrante no Jardim Nhanhá por tráfico de drogas. As suspeitas estariam comercializando maconha na região e foram presas após denúncia.

Segundo informações do boletim de ocorrência, registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, equipe da Polícia Militar recebeu informação de moradores do Nhanhá, que duas mulheres em uma Biz vermelha estariam comercializando drogas. Os policiais fizeram rondas e conseguiram localizar Alexia e Sonia na Biz, placas NRV-5458 de Campo Grande (MS).

Consta no registro policial que, no momento da abordagem, Alexia jogou uma quantidade de maconha no chão, que foi apreendida e totalizou 96 gramas. No celular de Sonia, os militares ainda encontraram mensagens de texto trocadas entre as suspeitas, que confirmaram a venda do entorpecente.

De acordo com a polícia, em uma das mensagens, Alexia dizia “Corro atrás me arriscando vendendo droga”. Sonia dizia “Acabou a droga, o corre tá fervendo, não tem ninguém na rua só eu, mas já acabou tudo, cadê seu negócio?”. Também foram encontradas mensagens de uma suposta compradora. As duas suspeitas foram levadas para a delegacia e responderão por tráfico de drogas.

Jornal Midiamax