Polícia

Mulher de estelionatário ‘famoso’ preso em 2012 é detida aplicando golpe

Valfrido foi preso após dar golpe milionário

Renata Portela Publicado em 29/06/2016, às 14h15

None
vafrido1.jpeg

Valfrido foi preso após dar golpe milionário

Esposa de Valfrido Gonzales Filho, estelionatário que ficou conhecido por aplicar mais de 70 golpes, Maria Lúcia Perez Borges de 31 anos foi presa na noite de terça-feira (28). Ela estava acompanhada de Lorrayne Lima de Oliveira, de 18 anos, Lucélio Perez Borges, de 26 anos, e Josiane Mariano da Silva, de 23 anos, que também foram detidos.

Segundo o DOF (Departamento de Operações de Fronteira), equipe fazia bloqueio na MS-164 quando abordou a Hilux prata, placas de Campo Grande (MS), ocupada pelo grupo. O veículo estava no nome de Lorrayne e, durante entrevista, os policiais desconfiaram e suspeitaram que os ocupantes poderiam estar levando algo irregular.

Foi feita checagem individual e busca por antecedentes criminais, além de vistoria no veículo e foi verificado que a camionete estava envolvida em uma ocorrência de estelionato praticado em Campo Grande no dia 24 de junho. Foi feito contato com a vítima, que confirmou o crime.

Os policiais do DOF então constataram que Lorrayne trabalha como babá para Maria Lúcia e recebeu R$ 2 mil para transferir a camionete para o nome dela. Os militares ainda concluíram que o grupo iria para Dourados, a 225 quilômetros da Capital, onde venderiam a camionete por R$ 60 mil em uma garagem.

Após confronto de versões sobre a compra da camionete, Maria Lúcia confessou ser esposa de Valfrido, preso em 2012 após aplicar golpes milionários de estelionato. Ela disse que o marido era o mentor do crime e se passou por um conhecido deputado de Mato Grosso do Sul para negociar a venda da camionete.

Durante a ocorrência, Valfrido ligou diversas vezes no DOF, se identificando como desembargador, como deputado, como advogado e como filho da vítima, tentando fazer a liberação do veiculo. Diante de todas as informações e fatos relacionados, a equipe policial deu voz de prisão a quadrilha de estelionatários, encaminhando o veículo e os presos até a delegacia de Ponta Porã, onde todos foram autuados por estelionato.

Famoso estelionatário

Valfrido foi preso em 2012 depois de registrar um boletim de ocorrência, se fazendo passar pelo próprio primo. Para aplicar golpes, ele se passou por médico, advogado, pastor, desembargador, bispo, prefeito, entre outras ocupações. Mesmo preso Gonzales não parou, até o início de 2015 já haviam sido registrados mais de 40 golpes em seu nome.

Jornal Midiamax