Polícia

Morto após capotar picape carregada de maconha usava documentos falsos

Uma terceira pessoa foi presa evolvida no crime

Renata Portela Publicado em 02/04/2016, às 13h35

None
picape.jpg

Uma terceira pessoa foi presa evolvida no crime

Identificado inicialmente como Rodrigo Oliveira Silveira, de 30 anos, Rafael Pereira Povoa, de 28 anos, morreu em acidente após capotar a picape Strada carregada com tabletes de maconha. O capotamento ocorreu na sexta-feira (1º) em uma estrada vicinal nas proximidades de Laguna Carapã, a 275 quilômetros de Campo Grande.Morto após capotar picape carregada de maconha usava documentos falsos

Segundo informações da polícia, o acidente ocorreu durante perseguição e além de Rafael, que portava documentos falsos e foi identificado como Rodrigo a princípio, Antônio Carlos Meireles Brandão, de 57 anos, morreu no local. Renato Pereira Povoa, de 22 anos, irmão de Rafael, foi preso uma hora após o acidente.

De acordo com o site Dourados News, Renato estava na picape, mas fugiu após o capotamento e foi detido a partir de denúncia de populares. Ele afirma que Brandão teria contratado os irmãos para levar a droga de Mato Grosso do Sul a Minas Gerais e eles receberiam R$ 10 mil pelo serviço. Foram apreendidos 390 quilos de maconha.

Jornal Midiamax