Polícia

Mais envolvidos em rede de exploração sexual são presos após resgate de ossada

Vítima da quadrilha foi assassinada e enterrada

Renata Portela Publicado em 18/11/2016, às 14h54

None
preso_operacao_deaij.jpg

Vítima da quadrilha foi assassinada e enterrada

Na manhã desta sexta-feira (18), em continuidade às investigações do grupo que comandava uma rede de exploração sexual e tráfico de drogas no Danúbio Azul, três pessoas foram presas. No dia 11 deste mês, outras pessoas, entre elas o ‘cabeça’ do grupo, foram presas.

Equipes da Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) prenderam outros três envolvidos no crime na manhã desta sexta-feira, mas segundo a delegada Aline Sinotti, responsável pelas investigações, os nomes ainda não serão divulgados.

Na quinta-feira (17), Deaij e DEH (Delegacia Especializada de Homicídios) fizeram buscas no Jardim Veraneio por uma ossada. Após quatro horas de buscas, a ossada de um homem de 35 anos foi encontrada. ‘Nando’, que seria o responsável por comandar o grupo criminoso, apontou o local onde o corpo foi enterrado e ainda teria confessado outros locais, que a polícia ainda deve fazer novas buscas.

A delegada responsável também ainda não esclareceu qual a ligação dos três presos nesta sexta-feira com o grupo e que funções eles desempenhavam junto à quadrilha.

Prisões e desaparecimentos

No dia 11 de novembro a polícia divulgou o nome de cinco vítimas que ainda estavam desaparecidas: Bruno Santos da Silva, Alex da Silva dos Santos, Aline Farias da Silva, Vanderlei de Almeida Dias e Ana Cláudia Marques, além dos adolescentes que não tiveram os nomes divulgados.

As investigações começaram em setembro deste ano, após a morte de ‘Leleco’, Leandro Aparecido Nunes Ferreira, de 28 anos, morto a tiros no dia 2 por dois rapazes que estavam em uma motocicleta. Sobre o homicídio, a polícia concluiu que a vítima tinha envolvimento com o grupo responsável pelo esquema de exploração sexual e tráfico, há aproximadamente 3 anos.

No dia 10 de novembro, mandados de busca e apreensões foram cumpridos no Danúbio Azul. Foram presos Luiz Alves Martins Filho, o ‘Nando’, Rudi Pereira da Silva, com quem ainda foram encontrados 70 galos utilizados em rinhas e Diego Vieira Martins, que é sobrinho de ‘Nando’. Os três ainda têm envolvimento no tráfico de drogas e na casa de Diego foram apreendidas várias porções de entorpecente.

Além dos três foram presos Jeová Ferreira Lima e Jeová Ferreira Lima Filho, Andreia Conceição Ferreira e Ariane de Souza Gonçalves, que seriam as aliciadoras para exploração sexual. Uma arma de fogo também foi apreendida com ‘Nando’.

Jornal Midiamax