Polícia

Mãe agride professora após aluno dizer que foi chamado de ‘fedido’

Vítima nega a acusação

Renata Portela Publicado em 29/06/2016, às 11h20

None
briga-professora-aluna.png

Vítima nega a acusação

Na manhã desta quarta-feira (29), professora de uma escola estadual localizada no Rita Vieira, região sudeste de Campo Grande, procurou a Polícia Civil para relatar agressão sofrida na tarde de terça-feira (28), por volta das 13 horas. A agressora seria a mãe de um aluno da vítima.

Segundo informações da professora, a mãe do aluno, um menino que está na 3ª série e tem entre 9 e 10 anos, foi até a escola no início da tarde e a agrediu. A mulher chegou a dizer que o motivo da agressão seria pelo fato da professora ter chamado a criança de 'fedida'.

Conforme relato da vítima ao Jornal Midiamax, a confusão teria ocorrido durante uma aula de higiene pessoal que ela ministrava aos alunos. Durante a aula o menino teria dito que não havia tomado banho antes de ir para a escola e a professora questionou o motivo, falando sobre a necessidade de tomar banho.

Ainda segundo a vítima, o garoto disse que estava brincando e, por isso, não teve tempo de tomar banho. De acordo com a professora, esse foi o teor da conversa e em nenhum momento ela chamou o aluno de 'fedido'. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga como lesão corporal.

Jornal Midiamax