Polícia

Idoso ameaça esposa com arma e é levado para delegacia por porte ilegal

Ele ficou nervoso por saber que precisaria amputar o pé

Gerciane Alves Publicado em 22/06/2016, às 19h52

None
interna_policia_-_doido_-_la.jpg

Ele ficou nervoso por saber que precisaria amputar o pé

Ao receber a informação na tarde desta quarta-feira (22) que teria que amputar um dos pés um idoso, de 79 anos, ameaçou a esposa com uma arma e dizia que ia cometer suicídio. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar foram acionados e o idoso acabou sendo encaminhado para a 2ª Delegacia de Polícia Civil por não possuir autorização para ter arma em casa.

Segundo informações do tenente Vila Nova do Corpo de Bombeiros, no início desta tarde o idoso foi informado que por causa de um problema em um dos pés ele teria que se amputando e um procedimento cirúrgico. Após receber a notícia, muito nervoso o idoso teria se recusado a passar pelo procedimento e teria ido embora.

Já em sua residência localizada no Bairro Monte Castelo, o homem teria se trancado com a esposa e com um revolver calibre 32, ameaçada a esposa e dizia que cometeria suicídio. De acordo com informações do irmão do idoso, ele já estava internado há três dias e hoje passaria por cirurgia por causa da obstrução de algumas veias do pé que já dificultava sua locomoção, mas não quis.

Com a chegada da polícia e dos bombeiros a quadra onde fica a casa foi isolada e após cerca de uma hora de negociação o homem abriu a porta e deixou os bombeiros entrar. Por não possuir porte de arma o idoso foi encaminhado para a 2ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande.

Jornal Midiamax