Polícia

Filho de empresário morto com 30 tiros na fronteira é preso com pistola

Rapaz estava com suposto funcionário de Raffat

Midiamax Publicado em 12/11/2016, às 14h56

None
img-20161112-wa0006.jpg

Rapaz estava com suposto funcionário de Raffat

Nelson Jonas Ponce Dutra de 30 anos foi preso em flagrante na madrugada deste sábado (12) com uma pistola na cintura, arma que seria de uso restrito. Ele é filho do empresário Nelcio Dutra Livrado de Lima, executado com mais de 30 tiros há cinco meses em Ponta Porã, cidade a 338 quilômetros de Campo Grande. 

O rapaz estava com outros dois homens, de 27 e 30 anos, em um VW Aamarok no bairro São Domingos por volta de 1h. Policiais do Batalhão do Choque deram sinal de parada e durante abordagem encontraram a pistola na cintura de Nelson.

Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado a 1º Delegacia de Ponta Porã, onde o caso foi registrado como porte ilegal de arma de fogo de uso restrito na delegacia de polícia da cidade. Com ele, além da arma foram apreendidos munições e um celular. 

(Matéria editada às 16h para correção de informação)

Jornal Midiamax