Polícia

Ex-marido que matou médica em posto de saúde é preso no Paraguai

Preso pela Polícia Nacional durante abordagens

Diego Alves Publicado em 15/12/2016, às 00h41

None
pres-2.jpg

Preso pela Polícia Nacional durante abordagens

Rafael dos Santos, de 35 anos, identificado como suspeito pela morte da ex-mulher, a médica Nislaine Colman Benites, 31, em Ponta Porã, foi preso por volta das 18 horas desta quarta-feira (14) na região da colonia Aquidaban Cañada situada a 60 quilômetros da fronteira no Paraguai.

A Polícia Nacional prendeu Rafael no momento em que ele transitava da fronteira com destino a região de Concepcion. Após o crime, agentes da polícia do país vizinho iniciaram fiscalizações e abordagens de veículos e pessoas nas estradas que saem da região de fronteira a outros estados do Paraguai.

De acordo com o site Porã News, Rafael será transferido a Seção de Investigação de Delitos da Policia Nacional na cidade de Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã, onde será entregue as autoridades brasileiras.

Crime

Na manhã desta quarta a médica  Nislaine Colman Benites, 31, foi morta a tiros na UBS (Unidade Básica de Saúde) da Família Dr. Nery A. de Azambuja em Ponta Porã. Ela chegou a correr, mas caiu na cozinha do posto.

O crime acontece por volta das 8h40. Rafael chegou ao local em uma motocicleta, desceu e a vítima ainda tentou correr, mas foi atingida pelos tiros e morreu no local.

A mulher teria se escondido na cozinha do posto, onde enfermeiras tomavam café, mas o homem arrombou a porta e a atingiu com três tiros. O suspeito fugiu do local em uma motocicleta cinza.

Jornal Midiamax