Polícia

Dupla usa corda artesanal para fugir do presídio de trânsito na Capital

Outros presos da unidade ameaçam fugir nesta madrugada 

Midiamax Publicado em 03/05/2016, às 21h48

None
presidio.jpg

Outros presos da unidade ameaçam fugir nesta madrugada 

Dois detentos serraram a grade da cela onde estavam e usaram uma corda artesanal para fugir do Presídio de Trânsito de Campo Grande na noite desta segunda-feira (2). Segundo o Sinsap (Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária), outros internos da unidade também ameaçaram fugir na madrugada desta terça-feira (3).

Lucas Mendes da Costa, de 19 anos e Miqueias Brandão, de 18 anos, estavam na cela sete, do pavilhão dois, com outros 13 presos no momento da fuga. A dupla serrou as grades da cela, passou pela concertina e com ajuda de uma Tereza (uma corda artesanal feita com tecidos), pulou para o módulo de saúde que fica ao lado do presídio.

Informações preliminares apontam que no momento da fuga apenas uma agente cuidava de todo o presídio. Miqueias estava preso na unidade desde 7 de março de 2016 e o Lucas desde o dia 18 de fevereiro, ambos por roubo. A polícia agora realiza buscas na região para localizar os suspeitos.

Na cela dos fugitivos, os agentes penitenciários ainda encontraram um buraco cavado pelos presos. Foram necessários dois carrinhos de cimento para fechar o possível túnel. Os outros 13 internos que estava no local ficaram em celas de inclusão até que as grades fossem soldadas.

Depois do episódio, os internos ainda afirmaram que uma nova fuga está programada para acontecer na madrugada desta terça-feira e por isso a Polícia Militar foi acionada para aumentar a segurança nas muralhas do estabelecimento penal.

Ainda de acordo com o sindicado, os presos da Penitenciária Estadual de Dourados, decretaram greve de fome a partir de amanhã e alegaram que não irão sair das celas para fazer as refeições.

Dupla usa corda artesanal para fugir do presídio de trânsito na Capital

Jornal Midiamax