Polícia

Dupla não abaixa som de carro e é presa após ‘luta’ com 3 equipes da PM

Houve disparos de munição de elastômero

Renata Portela Publicado em 11/03/2016, às 11h01

None
474_-_gw.jpg

Houve disparos de munição de elastômero

Na noite de quinta-feira (10), por volta das 20 horas, Maycon, de 20 anos, e Jefferson, de 34 anos, foram presos após entrarem em luta corporal com policiais militares. Os dois estavam no Caiobá, região sudoeste da Capital, e perturbavam vizinhos com o som alto do carro, mas se recusaram a abaixar o volume mesmo com a chegada da PM e houve confusão.

Segundo informações do boletim de ocorrência, registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, equipe da Polícia Militar foi acionada para ir até a Rua Hera, atender a ocorrência de pertubação da tranquilidade. No local, os policiais encontraram os dois homens, encostados no Ford Ka azul, placas de Dourados (MS), com som em alto volume incomodando outras pessoas no local.

Consta no boletim de ocorrência que os militares pediram para os dois homens abaixarem o som do carro, mas eles teriam começado a se comportar de maneira hostil, dizendo para os “guardinhas” irem “prender bandidos”. Jefferson ainda teria segurado o colete de um dos policiais e tentado arrancar a arma dele. De acordo com a polícia, durante a tentativa de desarmar o PM, dois disparos acidentais atingiram o chão.

Os militares solicitaram apoio e equipe da Força Tática do 1º Batalhão e Batalhão de Choque foram ao local. Os suspeitos ainda tentaram se esconder na casa de Maycon e foram detidos dentro da casa. Foram feitos mais 3 disparos de munição de elastômero calibre 12, provocando ferimentos nos suspeitos.

Segundo a polícia, os homens foram levados para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), para atendimento médico e, em seguida, levados para a delegacia. Maycon e Jefferson responderão por lesão corporal dolosa, quando há intenção, desacato, resistência e perturbação do trabalho ou do sossego alheios.

Jornal Midiamax