Polícia

Com movimento ‘Polícia Legal’, sindicato exige cumprimento da lei

Exigem ondições de trabalho para desempenho de funções

Renata Portela Publicado em 16/11/2016, às 15h18

None
giancarlo_sinpol_-_arlindo.jpeg

Exigem ondições de trabalho para desempenho de funções

Em visita à Depca (Delegacia especializada de proteção à criança e ao adolescente) nesta quarta-feira (16), dirigentes do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis) deram início ao movimento denominado “Polícia Legal”. A ação exige que seja cumprida a lei para que os policiais (agentes e escrivães) tenham condições básicas para o desempenho de suas funções.

De acordo com o presidente da entidade, Giancarlo Corrêa Miranda, de uma forma geral as condições são precárias em todas as delegacias. “São viaturas quebradas, sem combustivel e em condições precárias de uso. No caso específico da Depca os policiais estão em uma escala de trabalho irregular e todos ficam sobrecarregados. Além disso quando saem para alguma diligência não contam com o colete balístico”, afirmou o dirigente.

Outra exigência é que a partir de agora somente poderão pilotar as viaturas oficiais, aqueles agentes que tenham feito curso específico de direção para esta finalidade, concluiu o dirigente classista.

No próximo sábado acontecerá uma Asssembleia Geral quando o assunto será debatido e definido quais os próximos passos a serem dados pela categoria.

Jornal Midiamax