Polícia

Com cocaína ‘colada’ ao corpo, rapaz é preso na frente dos filhos de 1 e 2 anos

Entregaria a droga na Capital

Renata Portela Publicado em 06/09/2016, às 13h43

None
foto1.jpeg

Entregaria a droga na Capital

O corumbaense Wanderson de Olveira Souza, de 20 anos, foi preso em flagrante tentando fazer a entrega de mais de 1 quilo de cocaína em Campo Grande. Ele estava ao lado da esposa e dos filhos de 1 e 2 anos, quando foi detido por policiais da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico).

O delegado Rodrigo Yassaka, titular da delegacia especializada, disse à imprensa que os investigadores receberam a denúncia de que uma pessoa chegaria na Capital de ônibus ou van, na noite de segunda-feira (5), com um carregamento de cocaína.

Os policiais fizeram campana e então obtiveram a informação de que tal pessoa estaria na frente do Hotel Vale Verde, na Avenida Afonso Pena. Quando chegaram lá, os policiais descobriram que o suspeito tinha saído de táxi e a partir das características do veículo, fizeram buscas pela cidade.

O táxi foi abordado no cruzamento da Avenida Ernesto Geisel com a Mascarenhas de Moraes por volta das 21 horas e transportava Wanderson, a esposa e as duas crianças de 1 e 2 anos. O rapaz foi revistado e os policiais encontraram a cocaína 'grudada' ao corpo dele.

A droga foi apreendida, pesada e totalizou 1,760 quilos. O entorpecente foi avaliado em R$ 20 mil, segundo o delegado Yassaka, e Wanderson receberia R$ 1,3 mil para fazer a entrega em Campo Grande. Ele disse não saber de quem pegou a droga e a quem entregaria e não tinha passagens pela polícia.

A esposa do rapaz não foi presa, por não saber que ele estaria fazendo o serviço de tráfico de drogas. Ela foi ouvida e liberada, já o esposo foi preso em flagrante e indiciado.

Jornal Midiamax