Polícia

Bebê de 3 meses que faleceu após dormir com os pais teria sofrido morte súbita

Polícia segue com investigação

Renata Portela Publicado em 13/09/2016, às 10h22

None
delegacia_de_navirai.jpg

Polícia segue com investigação

O menino de apenas três meses que morreu no último dia 7 em Naviraí, cidade a 359 quilômetros de Campo Grande, teria sofrido de morte súbita. Consta no registro de óbito que ocorreu “morte súbita do lactente”, mas a polícia segue investigando o caso.

Conforme o site Tá Na Mídia Naviraí, a mãe da criança teve gravidez de risco. Ela estava grávida de gêmeos, mas um dos bebês morreu antes do parto. O que sobreviveu, teve complicações e sofria de problemas no coração, além de deformações nas pernas.

O bebê dormia com os pais da noite do dia 6 para o dia 7. Na manhã do dia 7, a mãe, uma jovem de 18 anos, percebeu que a criança não se mexia e notou marcas de sangue no rosto do bebê. Os pais ligaram para o Corpo de Bombeiros, que socorreram a criança, mas o menino chegou ao hospital já sem vida.

O médico examinou o bebê, e apesar de ter uma marca de sangue no lado direito do rosto, ele não apresentava sinais de espancamento ou hematomas provenientes de violência. O caso foi encaminhado para o 1ª DP (Delegacia de Polícia Civil), mas até então os pais do bebê não são apontados como responsáveis pela morte da criança.

O delegado espera a chegada do laudo da Pericia Técnica com o resultado dos exames que devem ficar prontos nos próximos dias, para assim encerrar o caso, que foi registrado como morte a esclarecer.

A morte súbita é a morte que ocorre repentinamente, sem previsão, sem sinais de trauma ou violência, em adultos ou bebês com menos de 1 ano de vida. No caso dos bebês, a morte ocorre geralmente durante o sono noturno.

Jornal Midiamax