Polícia

Armas de brinquedo são apreendidas pela polícia em camelódromo

Simulacros são comumente usados em assaltos

Renata Portela Publicado em 16/03/2016, às 12h17

None
simulacro.jpeg

Simulacros são comumente usados em assaltos

Na tarde de terça-feira (15), simulacros de arma de fogo foram apreendidos no Shopping Popular de Três Lagoas, cidade a 338 quilômetros da Capital. As armas de brinquedos, que são proibidas de serem comercializadas, eram vendidas por dois rapazes de 27 anos em um box do camelódromo.

Segundo informações da Polícia Civil, SIG (Setor de Investigações Gerais) recebeu denúncias de que, no camelódromo, havia pessoas vendendo simulacros de arma de fogo. Os policiais foram ao local, identificaram os vendedores e apreenderam os materiais. Conforme a polícia, esses brinquedos podem ser usados para práticas de crimes como roubos e a venda é proibida.

Conforme o artigo 26 da lei 10.826 de 2003 “Art. 26. São vedadas a fabricação, a venda, a comercialização e a importação de brinquedos, réplicas e simulacros de armas de fogo, que com estas se possam confundir.”. Os vendedores alegaram não conhecer a proibição e não foram presos.

O caso foi registrado na delegacia como 'achado de coisas' e o material foi apreendido.

Jornal Midiamax