Polícia

Servidor achado morto no Regional usou ‘anestesia de Michael Jackson’

Ele teria chegado agitado para trabalhar

Evelin Cáceres Publicado em 30/04/2015, às 13h04

None
img-20150430-wa0017.jpg

Ele teria chegado agitado para trabalhar

O técnico de enfermagem de 36 anos que cometeu suicídio na madrugada desta quinta-feira (30) no HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) usou o mesmo medicamento que o cantor Michael Jackson para tirar a própria vida.

Segundo levantamento do delegado Camilo Cavalheiro, colegas disseram que ele chegou agitado ontem para o trabalho. O técnico passava por dificuldades familiares e teria se separado há 15 dias.

Procurando pela ex-mulher, ele brigou com ela e o atual companheiro dela ontem, quando registrou um boletim de ocorrência por ameaça na Depac Piratininga, relatando agressões antes de ir ao trabalho, de acordo com o informado pelo delegado.

Já no hospital, o técnico teria brigado com a ex-mulher pelo telefone, gritando pelos corredores da unidade. A perícia calcula que o homem tenha cometido suicídio por volta das 1h30 da madrugada de hoje.

O técnico teria retirado os óculos e os sapatos e esvaziou um tubo de soro. Dentro dele, colocou grande quantidade do tranquilizante e deitou para receber o medicamento, como se estivesse recebendo soro por via intravenosa. Ele foi encontrado deitado em uma maca.

O caso será encaminhado para a 6ª DP. 

Jornal Midiamax