Polícia

Quadrilha usou bebê de 3 meses para ‘camuflar’ venda de drogas

A Força Tática da 5ª CIPM fez o flagrante

Midiamax Publicado em 09/04/2015, às 10h41

None
interna001.jpg

A Força Tática da 5ª CIPM fez o flagrante

Irene Ruiz Lopes levava o filho de 3 meses de idade para desviar a atenção da venda de drogas que era feita pelo marido Marcelo de Souza Silveira. O flagrante aconteceu no início da madrugada desta quinta-feira (9), em um trailer da antiga rodoviária de Campo Grande, localizado no Bairro Amambai, região central.

De acordo com os militares da Força Tática da 5ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), a mulher ficava dentro de um Golf, prata, acompanhada com o marido. Os dois tentavam disfarçar lanchando alguma coisa pelo local, porém o companheiro dela estava em contato com três comparsas, sendo Maycon Henrique Peres, de 23 anos, e as travestis, Maicon Cesar Franco “Bruna”, de 19 anos, e Diego Arteaga de Araújo “Assucena”, de 23 anos.

Marcelo e Irene disfarçavam que estavam batendo papo, quando na verdade, o homem entregava drogas para os comparsas. Os entorpecentes eram armazenados dentro do automóvel.

Os militares perceberam a ação e anunciaram a prisão. Irene só foi detida porque começou a discutir com os policiais no momento do flagrante. 

Também foram apreendidos 19 papelotes de pasta base de cocaína e R$ 1.379 em notas e moedas, que estavam com a quadrilha. O caso foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. O Conselho Tutelar já foi acionado, por conta do bebê. 

Jornal Midiamax