Polícia

Proprietária de usina é multada em R$ 191 mil por incêndio de 176 hectares

A área medida com GPS é de 176 hectares, às margens da rodovia MS-141

Diego Alves Publicado em 12/02/2015, às 00h38

None
unnamed_1.jpg

A área medida com GPS é de 176 hectares, às margens da rodovia MS-141

A proprietária de uma usina sucroenergética foi multada em R$ 191 mil por incêndio em cana  de açúcar sem autorização e mata ciliar de córrego em Novo Horizonte do Sul, 195 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a polícia, houve uma denúncia de que no último dia 18 de janeiro, ocorreu um incêndio em uma área plantada de cana-de-açúcar na usina. Os policiais foram nesta terça-feira (10), ao local e durante a vistoria perceberam área de queima da cana efetuada pela empresa em uma de suas propriedades rurais.

A área medida com GPS é de 176 hectares, às margens da rodovia MS-141, no km 10. Este incêndio adentrou uma área de mata nativa protegida de Preservação Permanente (APP), de matas ciliares de um curso d’água, destruindo 3 hectares. A empresa proprietária da cana não tinha autorização para realizar o incêndio.

A infratora foi autuada administrativamente e multada em R$ 191.000,00. Os responsáveis pelo incêndio responderão também por crime ambiental e, se condenados, poderão pegar pena de dois a quatro anos de reclusão. novembro do ano passado, a mesma empresa, que possui filiais em Angélica e em Ivinhema, já havia sido multada pela PMA em R$ 369 mil pelo mesmo motivo.

Jornal Midiamax