Polícia

Polícia prende jovem que ‘tocava o terror’ em escola de MS

Professores se recusaram a ministrar aulas

Wendy Tonhati Publicado em 25/06/2015, às 15h15

None
pc_ms.jpg

Professores se recusaram a ministrar aulas

Um jovem de 19 anos que ‘tocava o terror’ em uma escola municipal de Itaquiraí, a 402 quilômetros de Campo Grande, foi preso nesta semana pela Polícia Civil. Conforme a polícia, ele liderava um grupo que  entrava na escola e promovia algazarras, consumo de bebidas alcoólicas e tráfico de drogas.

A polícia começou a investigar o caso no início deste mês, quando um boletim de ocorrência de ameaça foi registrado. Segundo o relato dos funcionários à Polícia Civil, o rapaz, que não é aluno da escola, entrou no local, e ao ser questionado, fez ameaças de morte. Os trabalhadores ainda tiveram os veículos seguidos por motocicletas pilotadas pelos rapazes, que fizeram disparos de arma de fogo.

O caso repercutiu na cidade, houve até pronunciamento de vereadores e reclamações de diretores e professores. A Polícia Civil foi três vezes até a escola, mas o grupo não foi encontrado.

No dia 19, os policiais foram até o Assentamento Santa Rosa para intimar o rapaz. Ele desacatou os agentes, deu empurrões e tentou fugir por um matagal. As ameaças continuaram e no dia 22, as aulas na escola foram suspensas, por conta da insegurança. Os professores da se recusam a ministrar aulas, com medo de represálias.

A autoridade policial representou pela prisão preventiva do rapaz, que foi preso e está à disposição da Justiça.

Jornal Midiamax