Polícia

Polícia descarta que jovem detido em velório tenha atropelado ciclista

O rapaz foi preso no noite de sábado em Três Lagoas

Midiamax Publicado em 13/07/2015, às 18h14

None
bike_0.jpg

O rapaz foi preso no noite de sábado em Três Lagoas

A Polícia Civil de Três Lagoas descartou que o jovem de 24 anos, preso na noite de sábado (11) durante o velório de Eleud Pessoa, de 51 anos, tenha sido o responsável pelo atropelamento e morte da mulher. O crime ocorreu em Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o delegado Orlando Vicente, da 3ª Delegacia de Polícia Civil, a família realmente desconfiou da presença do rapaz, que aparentava estar muito nervoso, no velório e por isso acionou a Polícia Militar. Na delegacia o rapaz foi interrogado e ficou comprovado que não tinha envolvimento com o crime.

O rapaz identificado apenas como J.S.C. contou a polícia que costumava beber com a vítima e por isso compareceu ao velório.

“A vítima foi atropelada por um veículo grande, provavelmente uma caminhonete. Ainda não temos nenhuma informação sobre quem possa ter cometido o crime”, afirmou o delegado. Ainda segundo Orlando, nenhuma testemunha presenciou o atropelamento e a polícia acredita que o corpo foi encontrado horas depois do acidente.

Segundo sites locais, o jovem tem extensa ficha criminal e manteve relacionamento amoroso com Eleud. O caso agora será investigado pelo SIG (Setor de Investigações Gerais) de Três Lagoas.

Jornal Midiamax