Polícia

Polícia Civil prende dupla que matou e torturou mulher em Corumbá

Exame necroscópico comprovou que a causa da morte foi asfixia mecânica.

Wendy Tonhati Publicado em 03/01/2015, às 12h22

None

Exame necroscópico comprovou que a causa da morte foi asfixia mecânica.

A Polícia Civil prendeu na última sexta-feira (2), dois homens suspeitos de matarem uma mulher de 44 anos, em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande. O crime aconteceu no dia 28 de dezembro. A vítima, Rosângela Prieto Gonçalves, foi torturada antes de morrer.

Foram presos dois jovens de 23 e 21 anos, que já tinham passagem pela polícia. Segundo a Polícia Civil, os envolvidos deram versões diferentes sobre o motivo da morte. Um deles alegou dívida de drogas, já o outro, nega estar no local do crime.

Há ainda a versão das testemunhas, de que a vítima teria se recusado a fazer um programa sexual com dos suspeitos e devolveu o dinheiro. Enfurecido, ele teria iniciado uma sessão de tortura contra a vítima. Os envolvidos tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça

Assassinato

O corpo de Rosângela Prieto foi encontrado na manhã de domingo (28). Rosângela começou a apanhar na madrugada e foi levada até o matagal, onde foi torturada e morta. As costas dela foram perfuradas por um cabo de vassoura pontiagudo. Os dois olhos também foram perfurados e na cabeça havia muito sangue. O exame necroscópico comprovou que a causa da morte foi asfixia mecânica. (Com informações do Diário Corumbaense)

Jornal Midiamax