Polícia

Irmãos são presos após matarem adolescente com tiro no peito por ciúmes

O crime ocorreu nesta madrugada

Renata Portela Publicado em 26/11/2015, às 15h15

None
4odp.jpeg

O crime ocorreu nesta madrugada

Jean Benício da Silva, de 16 anos, foi morto com um tiro no peito na madrugada desta quinta-feira (26), por volta da meia-noite. Os irmãos Adilson Pereira Araújo, de 25 anos, e Evandro Pereira Araújo, de 23 anos, foram presos pelo crime, cometido na Rua Ubirajara Guarani, na Vila Cidade Morena, a sul da Capital.

De acordo com o delegado titular da 4ª Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande, Sérgio Luiz Duarte, a equipe da Polícia Militar foi acionada por volta da meia-noite para ir até a casa, na Rua Ubirajara Guarani, onde aconteceu o crime. Conforme depoimento de testemunhas, ocorria uma festa no local e, por ciúmes, os irmãos atiraram em Jean.

Quando os policiais chegaram ao local, foram informados de que o adolescente havia sido socorrido por conhecidos e transportado em um Gol, mas morreu antes de chegar ao posto de saúde das Moreninhas. De acordo com relato de testemunhas, durante a festa, Evandro manifestou ciúmes pela dona da casa, de 29 anos, por ela ter dançado com Jean.

Em determinado momento, Evandro saiu do local e foi até a casa dele, que fica nas proximidades, buscar uma arma de fogo. Ele entregou a arma para o irmão, Adilson, que efetuou um disparo para cima. Ainda conforme o relato das testemunhas, todos se assustaram e saíram correndo, momento em que ouviram o segundo tiro, que atingiu o peito de Jean.

Os policiais militares iniciaram buscas pelos irmãos e foram até a casa do pai deles. O homem informou que os filhos haviam entrado na casa de madrugada, mas saído em seguida, sem falarem nada. Evandro foi localizado momentos depois, andando no cruzamento da Rua Buenópolis com a Rua Israelandia, e foi abordado pelos militares.

O rapaz confessou o crime aos policiais e ainda relatou que o irmão, Adilson, havia efetuado os disparos. Evandro foi encaminhado para a delegacia e, durante a elaboração do boletim de ocorrência, equipe do Batalhão de Choque chegou ao distrito policial com Adilson, que havia sido encontrado na casa de uma irmã.

A dupla foi presa e responderá pelo homicídio doloso, quando há intenção. Segundo o delegado Sérgio Luiz, foram encontrados e apreendidos munições e um coldre, mas a arma usada no crime não foi localizada. A delegacia seguirá com a investigação, para esclarecer os fatos e localizar a arma.

Jornal Midiamax