Polícia

Homem foi executado a tiros na cabeça; suspeito é namorado da enteada

Ele teria executado Eduardo com dois tiros na cabeça

Mikaele Teodoro Publicado em 14/06/2015, às 21h34

None
unnamed_7.jpg

Ele teria executado Eduardo com dois tiros na cabeça

Suspeito de ter executado o padrasto da namorada no Jardim Botafogo, Ismael da Silva Balzaker, 22 anos, já foi comparsa da vítima. Ele e Eduardo Afonso Sampaio de Andrade, 39 anos, foram presos em 2012 por associação criminosa e estelionato.  Ele teria executado Eduardo com dois tiros na cabeça. O crime aconteceu na tarde deste domingo (14).

De acordo com a Polícia Civil, uma discussão em família teria resultado na execução de Eduardo. Os envolvidos participavam de um churrasco desde as 10 horas e por volta das 15 horas, uma brincadeira entre a esposa da vítima e a vítima teria iniciado a confusão entre os comparsas.  

Segundo o delegado Camilo Kettenhuber, da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga, marido e mulher estavam brincando de “soquinho” e um empurrão de “brincadeira” teria iniciado a briga. Irritado com a reclamação do namorado da enteada, Eduardo teria dado um tapa no rosto do rapaz que teria dito: “Não se bate em rosto de homem”.

A namorada de Ismael e a esposa de Eduardo, mãe e filha, tentaram deter os dois. Mas o rapaz conseguiu se soltar e foi até a sala buscar a arma. Os dois acabaram se encontrando na sala da casa, momento no qual Ismael efetuou os disparos. Em seguida o rapaz fugiu a pé. Todos os envolvidos foram encaminhados para a delegacia onde prestarão esclarecimentos.

A arma usada no crime é, provavelmente, de calibre 38. O rapaz adquiriu a arma há três semanas depois de ter sido jurado de morte na Vila Moreninha. Em 2010, como menor, Ismael foi apreendido por tráfico.

O caso será encaminhado para uma delegacia especializada, provavelmente, para a de Homicídios. Ismael ainda não foi localizado pela polícia.

Jornal Midiamax