Polícia

Fazendeiro é atuado em R$ 5 mil por destruir mata ciliar de córrego

O suspeito responderá por crime ambiental 

Midiamax Publicado em 26/11/2015, às 20h12

None
001.jpg

O suspeito responderá por crime ambiental 

Um fazendeiro de 33 anos foi multado em R$ 5 mil pela degradação de áreas de matas ciliares do córrego Vitoria, em Ivinhema, a 289 quilômetros de Campo Grande. Em fiscalizações de rotinas nesta manhã, policiais militares ambientais flagraram o crime ambiental na propriedade localizada às margens da rodovia MS-141.

De acordo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), o suspeito efetuou mecanização do solo para substituir a pastagem e não fez a conservação adequadamente. O descaso, somado com a grande declividade da bacia, as chuvas provocaram uma erosão de 50 metros de comprimento, por 12 de largura e 2 metros de profundidade.

Além disso, cerca e 20 metros da mata ciliar do córrego foram destruídos. O material ainda foi carregado pelas águas para o córrego que ficou assoreado. As atividades no local foram paralisadas e o infrator, residente em Ivinhema, foi multado em R$ 5 mil.

O fazendeiro responderá por crime ambiental de degradação de APP (Área de Preservação Permanente, a pena é de um a três anos de detenção. O suspeito também foi notificado a apresentar junto ao órgão Ambiental Estadual um plano de recuperação da área degradada.

Jornal Midiamax