Polícia

Ex-funcionário de fazenda é preso por furto de gado para revenda da carne

Armas foram apreendidas na casa do autor  

Thatiana Melo Publicado em 07/10/2015, às 14h08

None
untitled-2.jpg

Armas foram apreendidas na casa do autor

O ex-funcionário, Adriano Gonçalves da Conceição, de 29 anos, da Fazenda Novo Imbirussu, localizada no mini-anel rodoviário de Campo Grande, foi preso nesta segunda-feira (5), após o furto de gado da propriedade.

O crime foi esclarecido pela seção de combate a crime de abigeato, do Grupo Armado de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras). O furto ocorreu no dia 3 de outubro, e o gado furtado teria sido levado para a casa do acusado e colocado em um freezer.

O autor utilizou um veículo da família para fazer o transporte do animal da fazenda até a chácara onde reside, que fica ao lado da propriedade. Ao realizar as diligências no local, os policiais encontraram duas armas de fogo, sendo uma espingarda calibre 40 mm e um revólver calibre 38.

Aos policiais, Adriano afirmou que não agiu sozinho, e que teve ajuda de Wanderley Batista da Silva, que será intimado para prestar esclarecimentos. O autor foi colocado em liberdade, após o pagamento de fiança.

Dados

Dados da Polícia Civil revelam que em 2015 foram furtados 12 bezerros da raça Brangus. Em abril a delegacia prendeu sete pessoas acusadas de roubar mais de 140 cabeças de gado em Bandeirantes. Em maio, o Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros) divulgou o furto de 570 animais da Fazenda Capão Verde e 264 cabeças de gado da Fazenda Primavera, na região de Bodoquena.

Jornal Midiamax