Polícia

Empresário é executado com 10 tiros ao lado de cemitério na fronteira com o Paraguai

Valdeir de Avila, de 39 anos, foi executado após emboscada de quatro homens de moto

Midiamax Publicado em 05/01/2015, às 22h42

None
wmx-400x267x4-54ab086120b7bc2135b30cffdea006eee535223dde9a1.jpg

Valdeir de Avila, de 39 anos, foi executado após emboscada de quatro homens de moto

O empresário Valdeir de Avila, de 39 anos, foi executado com dez tiros na tarde desta segunda-feira (5), ao lado de cemitério, em Ponta Porã, fronteira com o Paraguai. As informações são do site local Ponta Porã Informa.

Valdeir, que trabalhava com serralheria, foi emboscado por quatro homens que estavam em duas motos. Eles dispararam 18 tiros de pistola 9 milímetros contra  a vítima. A perícia encontrou 10 projéteis alojados no corpo do empresário e 14 cápsulas no local do crime.

A vítima estava em uma caminhonete Hylux, placas AGU 9996, e descia a Rua Jorge Salomão quando sofreu o ataque. A esposa de Valdeir também estava no veículo e recebeu três disparos de pistola. Ela está internada em estado grave no Hospital Regional de Ponta Porã.

A Polícia Militar de Ponta Porã encontrou com Valdeir uma pistola calibre 380 com 20 balas no pente e uma na agulha, que foi recolhida juntamente com dois celulares.

Jornal Midiamax