Polícia

Dona de estabelecimento vai cobrar dívida e é agredida

Mulher foi agredida com socos e arranhões 

Gerciane Alves Publicado em 23/11/2015, às 19h09

None
capinha_policia.jpg

Mulher foi agredida com socos e arranhões 

Uma mulher de 23 anos procurou a polícia na tarde desta segunda-feira (23) para relatar a agressão que sofreu no último sábado (21) ao cobrar uma cliente no Jardim Tijuca, região sudoeste de Campo Grande. 

De acordo com o registro policial, a vítima é proprietária de uma conveniência e há alguns dias vendeu alguns produtos fiado para uma cliente. Como a cliente não retornou para efetuar o pagamento dos produtos levados a dona do estabelecimento resolveu ir até sua casa para cobra-la.

No local a cliente, segundo informações do registro policial, não gostou de ser cobrada e agrediu a vítima com socos e arranhões. O marido da agressora teria a ajudado segurando a vítima. A irmã da agressora ainda tentou separar a briga, mas acabou sendo mordida na perna. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga.

Jornal Midiamax