Polícia

Após noitada de droga, homem é assassinado com golpes de barra de ferro

O autor ainda roubou R$ 400 da vítima 

Midiamax Publicado em 21/11/2015, às 21h58

None
_mg_3655_copy.jpg

O autor ainda roubou R$ 400 da vítima 

Arthur Neto, de 35 anos, foi preso em flagrante pelo assassinato de um homem dentro de uma residência do Jardim Noroeste, neste sábado (21). O suspeito confessou que espancou a vítima, identificada como Elias, com uma barra de ferro e depois terminou de matá-la com vários golpes de faca, por que ficou ‘com dó’ de ver o homem agonizando.

De acordo com o delegado Messias Pires dos Santos Filho, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, Elias, Arthur e a esposa dele faziam o uso de drogas na edícula em que o corpo foi encontrado desde a noite desta sexta-feira (20).

Por volta das 10 horas deste sábado, o suspeito desconfiou que a vítima estava ‘de olho’ na sua mulher e começou a desferir vários golpes com uma barra de ferro na cabeça do colega. Depois das agressões, Arthur viu a vítima agonizando e ‘por dó’, esfaqueou Elias no pescoço e na nuca.

O suspeito ainda roubou R$ 400 da vítima e usou o dinheiro para comprar um celular e para fugir do local em um mototáxi. “O suspeito foi de mototáxi até a casa de familiares no Bairro Coophatrabalho e lá se entregou a Polícia Militar”, relatou Messias. Segundo informações da Polícia Militar, os próprios parentes levaram o homem até a unidade policial.

Para a polícia, Arthur assumiu a autoria do crime e afirmou que a mulher não está envolvida no homicídio, mesmo assim, ela fugiu e ainda não foi encontrada. O autor foi encaminhado para a Depac centro, onde será indiciado por homicídio doloso, quando a intenção.

Jornal Midiamax