Polícia

Polícia procura estelionatários que deram prejuízo de R$ 100 mil em 2 dias na Capital

A Polícia Civil procura por pelo menos três estelionatários que em apenas dois dias, deram prejuízo de R$ 100 mil em quatro pessoas em Campo Grande. De acordo com o delegado Miguel Said, da 1º DP da Capital, os golpes aconteceram nos dias 11 e 10 deste mês em caixas eletrônicos instalados em supermercados da […]

Arquivo Publicado em 27/02/2014, às 18h44

None
2069894219.jpg

A Polícia Civil procura por pelo menos três estelionatários que em apenas dois dias, deram prejuízo de R$ 100 mil em quatro pessoas em Campo Grande. De acordo com o delegado Miguel Said, da 1º DP da Capital, os golpes aconteceram nos dias 11 e 10 deste mês em caixas eletrônicos instalados em supermercados da Capital. O grupo utilizou os cartões de banco das vítimas para fazer compras, empréstimos, adiantamento de 13º salário e saques.


Dois dos estelionatários foram flagrados por câmeras de segurança dos supermercados onde os golpes foram aplicados. De acordo com o delegado, um dos estelionatários, um homem, escolhia a vítima e colocava um dispositivo no caixa eletrônico que prendia o cartão da pessoa. A comparsa se oferecia ajuda para ajudar e ligar para a central de atendimento. Um terceiro estelionatário ficava do outro lado da linha, pegando dados e senhas das vítimas.


Os estelionatários escolhiam preferencialmente idosos e posteriormente, utilizava os cartões e dados das vítimas. Conforme a Polícia Civil, entre as compras estão aparelhos de celulares e também foram feitas transferências para contas de outros estados, mas ainda não é possível concluir se a quadrilha é do Estado.


Segundo o delegado, duas vítimas já reconheceram os estelionatários. “Até agora são quatro vítimas, mas isso não significa que não haja outras vítimas”, diz Said.


A Polícia Civil recomenda que as pessoas não aceitem ajuda de pessoas estranhas para efetuar transações financeiras. Em caso de perda, roubo ou extravio comunique imediatamente a instituição financeira. Denúncias sobre o caso de estelionato podem ser feitas pelo telefone: 3312-5725

Jornal Midiamax