Polícia

Corpo de idosa morta em atropelamento na Vila Ipiranga ficou preso no carro por 40 metros

A idosa Enedina Nex, 61 anos, morta ontem à noite em um acidente na frente da casa dela na Rua Sertãozinho, na Vila Ipiranga, ficou presa no capô do Fiesta por 40 metros. De acordo com a polícia, o motorista teve de frear bruscamente para o corpo da idosa se desprender do carro. No local foi […]

Arquivo Publicado em 12/06/2014, às 11h38

None
1291727368.jpg

A idosa Enedina Nex, 61 anos, morta ontem à noite em um acidente na frente da casa dela na Rua Sertãozinho, na Vila Ipiranga, ficou presa no capô do Fiesta por 40 metros.

De acordo com a polícia, o motorista teve de frear bruscamente para o corpo da idosa se desprender do carro. No local foi apreendido um par do sapato da vítima e restos do para-brisa do Fiesta branco.

Segundo a polícia, foram solicitadas as imagens de câmeras de segurança de um comércio e de uma casa próxima do local do acidente. O motorista que atropelou a idosa ainda não foi identificado. A polícia investiga o caso.

Acidente

Enedina Nex, 61 anos, morreu atropelada na frente da casa dela na Rua Sertãozinho, na Vila Ipiranga, na noite desta quarta-feira (11) em Campo Grande. O motorista fugiu do local, mas de acordo com testemunhas o autor dirigia um Fiesta Branco.

A vítima atravessou a rua para convidar a vizinha, que mora na frente de sua casa, para ir ao centro espírita, como sua amiga não estava, retornou atravessando a rua novamente, momento em que o carro a atropelou  e ela foi arremessada. Uma garrafa de água que estava na mão da vítima ficou próximo do meio-fio.

Jornal Midiamax