Polícia

Condenado a 110 anos de prisão por Justiça de MT é mentor de roubos ocorridos em Dourados

Após a prisão de uma associação criminosa responsáveis pela recente onda de assaltos em Dourados (MS), foi identificado entre eles, Thiago Leandro Correa, 22 anos (foto), acusado de ser o mentor dos crimes registrados durante o mês de março a vários estabelecimentos e residências do município. Thiago mentiu sobre o nome, quando foi preso no […]

Arquivo Publicado em 26/03/2014, às 21h57

None
1486209885.jpg

Após a prisão de uma associação criminosa responsáveis pela recente onda de assaltos em Dourados (MS), foi identificado entre eles, Thiago Leandro Correa, 22 anos (foto), acusado de ser o mentor dos crimes registrados durante o mês de março a vários estabelecimentos e residências do município.


Thiago mentiu sobre o nome, quando foi preso no último sábado (22), junto com outros seis homens integrantes do bando e disse chamar Henrique Leandro Corrêa. Além de estar envolvido nos roubos ocorridos em Dourados, Thiago é foragido da Penitenciária Major Eudo de Sá Correa, mais conhecida como ‘Mata Grande’, em Rondonópolis, interior do Mato Grosso.


No Estado vizinho ele foi condenado a 110 anos 11 meses, acusado pelos crimes de roubo, tráfico de drogas, homicídio e latrocínio. Questionado sobre o último caso, disse que matou porque foi surpreendido ao roubar a casa da vítima. ‘Pulou em cima de mim, ai apertei o gatilho três vezes’, relatou friamente a polícia de Dourados.


Thiago e os outros integrantes da associação criminosa foram presos durante uma operação realizada por policiais civis do SIG (Setor de Investigações Gerais), NRI (Núcleo Regional de Inteligência) da Polícia Civil de Dourados e DEFRON (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Fronteira). Além de responder pelos roubos ocorridos na cidade ele foi também indiciado por falsidade ideológica.

Jornal Midiamax