Polícia

Com rastreador, garoto ajuda polícia a deter quadrilha e recuperar carro da família

Um adolescente de 15 anos ajudou a polícia a recuperar o carro do pai que havia sido roubado em frente da casa dele. A ação ocorreu durante a madrugada de hoje, quando quatro pessoas foram flagradas realizando assaltos a carros de luxo na região oeste e sudoeste de Campo Grande.  Dois deles foram identificados como […]

Arquivo Publicado em 24/03/2014, às 11h35

None
2098893621.jpg

Um adolescente de 15 anos ajudou a polícia a recuperar o carro do pai que havia sido roubado em frente da casa dele. A ação ocorreu durante a madrugada de hoje, quando quatro pessoas foram flagradas realizando assaltos a carros de luxo na região oeste e sudoeste de Campo Grande. 

Dois deles foram identificados como sendo um casal de adolescentes de 15 e 17 anos, e outros dois são Viviane da Silva de Oliveira, de 18 anos, e o foragido da justiça Rodrigo Soares Martinez, de 29 anos. 
A ação que terminou na prisão da quadrilha foi realizada pela Rotac (Rondas Táticas da Capital) da BPChoque (Batalhão de Policiamento de Choque), no Indubrasil. Com a quadrilha foram recuperados três carros de luxo, sendo dois levados na noite de ontem pelos criminosos. Sendo o automóvel Honda Civic, placas HTJ-8368, de Campo Grande (MS), e a Hilux, placas NRV-0660, de Campo Grande (MS), além de outra caminhonete Nissan. 
O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratinga, mas será encaminhado à Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos) e Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude). Além disso, Rodrigo responde pelos crimes de homicídio, lesão corporal, roubo, ameaça, receptação e tráfico de drogas. 
RASTREAMENTO 
O auxílio de um aplicativo de celular que rastreia onde está o carro fez com que a polícia fizesse várias abordagens no Indubrasil – região oeste de Campo Grande. Desta forma, os militares conseguiram recuper o Honda Civic e os demais carros. 
A vítima, que é contador e tem 57 anos, revelou à equipe do Midiamax que estava chegando em casa com a esposa de 45 anos, quando foram abordados pela quadrilha. O crime ocorreu entre 20h e 20h30min, na Travessa Doutor Torres, no Bairro São Conrado – região sudoeste. 
“Ao embicar o carro na entrada da minha garagem, vi que havia um casal suspeito, então, falei para a minha esposa não descer para abrir o portão, pois iria dar uma volta na quadra”, lembra. 
Ao dar ré, os ladrões, com a arma de fogo em punho, anunciaram o assalto e pularam na frente do veículo. “Pedi para ela ter calma, afinal, em casa estavam nossos filhos, então, entreguei a chave do carro para eles e os assaltantes foram embora”, frisa.
Após o roubo, o filho da vítima, de 15 anos, ativou o sistema e o Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança) foi informado pelo 190, iniciando as buscas. 
ABORDAGEM 
A outra vítima, que também preferiu não se identificar, informou que é engenheiro e tem 58 anos, e tinha estacionado a Hilux, na Rua Leonidas de Matos, no Bairro Santo Antônio, por volta das 21h30 de ontem. “Além de mim, havia mais três pessoas dentro da caminhonete, sendo a dona do veículo, que não pode dirigir a noite, e um adolescente de 17 anos, que é cadeirante”, lembra. 
“Me assustei quando eles bateram a arma no vidro da janela do meu lado e anunciou o assalto”, conta. O engenheiro ressalta que a proprietária do veículo, chegou a mandar ele arrancar com a Hilux, ignorando o roubo. “Apesar disso, falei para os passageiros manter a calma e pedi para os assaltantes, que também se mantivesse, calmo, e que tinha um cadeirante no veículo, que precisava ser retirado”, completa. 
O engenheiro falou que conseguiu tirar o cadeirante e a cadeira de rodas do veículo, mas que os ladrões a todo o momento o apavoravam. Em seguida, a dupla fugiu com a caminhonete. 
As vítimas disseram que não virão os criminosos se aproximando. A polícia acredita que o casal de adolescentes que estavam conduzindo a Nissan, também roubada, foram os responsáveis por deixá-los no local e ficaram de tocaia.
Jornal Midiamax