Polícia

Há 40 dias do desaparecimento, polícia tem amigos como centro das investigações

Há 40 dias do desaparecimento de Ericson Candido Costa, 25 anos, a Polícia Civil tem como centro das oitivas os amigos da vítima, principalmente para nortear as investigações sobre o seu paradeiro. Além deles, várias pessoas já foram ouvidas, entre familiares, ex-namoradas e até a ex-esposa. De acordo com o delegado Edilson dos Santos, responsável […]

Arquivo Publicado em 02/07/2013, às 12h38

None
2098668900.jpg

Há 40 dias do desaparecimento de Ericson Candido Costa, 25 anos, a Polícia Civil tem como centro das oitivas os amigos da vítima, principalmente para nortear as investigações sobre o seu paradeiro. Além deles, várias pessoas já foram ouvidas, entre familiares, ex-namoradas e até a ex-esposa.


De acordo com o delegado Edilson dos Santos, responsável pelas investigações, os depoimentos ainda não trouxeram algo relevante sobre o local onde ele estaria e até mesmo se foi morto.


“As buscas continuam e toda vez que temos a informação de um cadáver, com possíveis características semelhantes, pedimos os exames necessários. Por enquanto, é este o procedimento. Infelizmente, temos casos de desaparecidos que já duram três anos na delegacia”, ressalta o delegado Santos.


Rede social


Em seu perfil no Facebook, conhecidos não param de deixar mensagens. No dia 7 de Junho, de Frankston, Thiago Monteiro postou que ‘está preocupado e que no próximo ano estará com ele para comer aquela picanha e aguarda mensagens’.


Já Luciano Bororo, Bruna Domingues e Oreste C. Oliveira, dizem estar com saudades e pedem para ele ‘aparecer’. Outros amigos, como Beatriz Dias Serrat e Karol Medeiros, fazem orações e ‘pedem proteção a ele onde estiver’.


Sumiço


Ericson desapareceu no dia 22 de maio. Ele foi visto pela última vez na avenida Mato Grosso, pilotando a sua motocicleta Hornet amarela e em seguida no bairro Jardim Itamaracá, onde reside.

Jornal Midiamax