Polícia

Edil diz que com parecer de MPE a fase agora é de estratégias

Com a divulgação do parecer do Ministério Público Estadual (MPE) ontem (04), os vereadores membros da Comissão Processante aguardam ansiosos pela decisão judicial que pode ou não, acatar e que agora a fase é de estratégias. “Agora esperamos ansiosos pela movimentação do juiz. A fase agora é de estratégias, o prefeito se movimentando de um […]

Arquivo Publicado em 05/12/2013, às 13h00

None
1169050757.jpg

Com a divulgação do parecer do Ministério Público Estadual (MPE) ontem (04), os vereadores membros da Comissão Processante aguardam ansiosos pela decisão judicial que pode ou não, acatar e que agora a fase é de estratégias.

“Agora esperamos ansiosos pela movimentação do juiz. A fase agora é de estratégias, o prefeito se movimentando de um lado e nós também no sentido contrário”, afirmou o presidente da Comissão, vereador Edil Albuquerque (PMDB).

Segundo Edil, o parecer os deixou mais animados para dar continuidade ao trabalho, que por enquanto estão sendo feitas formalizações de papéis e análises de documentos. “A Comissão não cassa o prefeito, mas apura denúncias”, ressaltou.

Para o vereador, o prefeito deve parar de falar que está sendo perseguido pela Câmara, já que todos os projetos que o Executivo enviou à Casa de Leis foram aprovados. “Mas ele prefere enganar as pessoas e dizer que a Câmara o prejudica”, finalizou.

No parecer, o MPE argumentou que não há complô na iniciativa dos vereadores, que ainda estão agindo de forma idônea e com indícios decisivos.

Jornal Midiamax