Polícia

TJ/MS mantém decisão e jovem que matou taxista vai a júri popular

Por unanimidade, foi mantida a decisão do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que prevê o julgamento em júri popular para Wesley Oliveira dos Santos, 19 anos. O jovem é apontado como sendo o autor do assassinato do taxista Daniel Manoel Dudu, que ocorreu na madrugada do dia 26 de agosto do […]

Arquivo Publicado em 30/07/2012, às 19h25

None

Por unanimidade, foi mantida a decisão do TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), que prevê o julgamento em júri popular para Wesley Oliveira dos Santos, 19 anos. O jovem é apontado como sendo o autor do assassinato do taxista Daniel Manoel Dudu, que ocorreu na madrugada do dia 26 de agosto do ano passado.


O jovem foi denunciado pelo MPE/MS (Ministério Público Estadual) por homicídio qualificado por motivo torpe e uso de arma de fogo. E foi em março deste ano que o juiz Aluizio Pereira dos Santos, em decisão de pronúncia, mandou que o acusado fosse a júri popular.


Wesley foi preso no dia seis de setembro após denúncias, em que uma equipe comandada pela 2ª DP, com apoio da 1ª DP e da Garras o localizou escondido em uma chácara, na região de Piraputanga, município de Aquidauana.

Jornal Midiamax