Polícia

Comandante da PM emite nota onde condena conduta de policial militar por morte em frente à boate

O Comando Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, após o registro do crime envolvendo um policial da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), divulga nota oficial lamentando o ocordido e informando a prisão do policial. A nota diz: O Comando Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do […]

Arquivo Publicado em 28/10/2012, às 16h09

None

O Comando Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, após o registro do crime envolvendo um policial da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais), divulga nota oficial lamentando o ocordido e informando a prisão do policial.

A nota diz:O Comando Geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul lamenta profundamente a ocorrência envolvendo um soldado da PMMS nesta madrugada (28/10), aproximadamente às 3h30, em frente a uma casa noturna na Av. Brilhante, resultando em uma vítima por disparo de arma de fogo, que conforme testemunha presente no local, foi efetuado pelo policial militar.

O Comando informa que tão logo soube do ocorrido buscou informações que levaram à identificação do policial militar que foi preso imediatamente pela Polícia Militar por meio da Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe) e levado à Delegacia para o registro da ocorrência.

O comandante geral da PM, coronel Carlos Alberto David dos Santos, lamenta o fato e se solidariza com a família da vítima, ao mesmo tempo, que condena a conduta do PM, visto que ela não reflete o padrão de conduta dos demais policiais militares. O soldado ficará preso no Presídio Militar Estadual onde permanecerá até a conclusão das investigações acerca das circunstâncias do fato e definição de autoria. Caso confirmada pelas investigações a participação do PM no crime este será submetido a Conselho de Disciplina podendo ser expulso Instituição.

Jornal Midiamax