Polícia

Preso servidor da Receita que tentou extorquir empresário em Dourados

Policial federal cúmplice no golpe foi apenas indiciado, contabilista também estaria envolvido; eles tentaram extorquir R$ 50 mil de comerciante; caso é investigado pela PF (foto)

Arquivo Publicado em 01/02/2010, às 13h30

None

Policial federal cúmplice no golpe foi apenas indiciado, contabilista também estaria envolvido; eles tentaram extorquir R$ 50 mil de comerciante; caso é investigado pela PF (foto)

A Polícia Federal em Dourados deve emitir ainda nesta manhã um comunicado sobre a descoberta de um esquema fraudulento envolvendo um servidor da Receita Federal, um contabilista e um agente PF, trio que teria tentado extorquir R$ 50 mil de um empresário da cidade. Apenas o servidor da Receita teria sido preso na sexta-feira e o caso é tratado em segredo.

O empresário, segundo informação publicada na edição desta segunda-feira do jornal O Progresso, seria ligado à venda de lubrificantes. Ele foi quem denunciou o caso.

O servidor da Receita, que seria um motorista, teria ido à empresa em companhia do policial federal e lá disse ao empresário que investigava uma denúncia de que ali negociava produtos ilegais, drogas um deles.

A “vistoria” teria ocorrido na tarde de sexta-feira e o motorista da receita mentido que seria um fiscal da Receita. A dupla não achou droga, mas disse ao empresário que notou produtos “irregulares” no depósito da empresa e que isso acarretaria uma multa.

A partir daí, o “fiscal” chamou o empresário para um acordo, inicialmente fechado em R$ 50 mil. Contudo, o empresário teria convencido a pagar bem menos do que o solicitado, cerca de R$ 10 mil.

A prisão do servidor da Receita teria ocorrido por volta das 16 horas de sexta-feira. O policial, contudo, não teria sido preso, apenas indiciado pela suposta participação no crime.

Jornal Midiamax