Mundo

Vacina de Oxford tem 79% de eficácia contra casos sintomáticos e 100% contra casos graves

A vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca apresentou uma eficácia de 79% na prevenção de casos sintomáticos da doença. O anuncio foi realizado pela própria empresa, nesta segunda-feira (22). Entre participantes com mais de 85 anos, a eficácia foi de 80%. EM relação a casos graves ou […]

Gabriel Neves Publicado em 22/03/2021, às 07h23

vacina Oxford,AstraZeneca
vacina Oxford,AstraZeneca - vacina Oxford,AstraZeneca

A vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca apresentou uma eficácia de 79% na prevenção de casos sintomáticos da doença. O anuncio foi realizado pela própria empresa, nesta segunda-feira (22).

Entre participantes com mais de 85 anos, a eficácia foi de 80%. EM relação a casos graves ou aqueles que necessitam de hospitalização dos pacientes, a eficácia é de 100%.

Esses dados significam que, ao menos nos testes, a vacina conseguiu reduzir em 79% a proporção de casos sintomáticos que ocorreriam se as pessoas não tivessem sido vacinadas, segundo publicado no portal G1.

Da mesma forma, significa que conseguiu evitar todos os casos graves da doença, além de hospitalizações no grupo vacinado que ocorreriam se as pessoas não tivessem sido vacinadas.

Os testes, de fase 3, foram feitos com 32.449 voluntários nos Estados Unidos, no Chile e no Peru. Na fase 3, os cientistas analisam a segurança e a eficácia de uma vacina em larga escala, normalmente com milhares de voluntários.

Jornal Midiamax