Mundo

Quatro crianças são assassinadas nos EUA e suspeito do crime é o pai

Avó das crianças também foi morta a tiros, policia suspeita que o crime foi causado pelo pai

Kelen Bueno Publicado em 30/11/2021, às 09h21

Polícia dos EUA questiona um homem suspeito de assassinar seus quatro filhos
Polícia dos EUA questiona um homem suspeito de assassinar seus quatro filhos - Getty Images /AFP

 Um homem é suspeito de ter assassinado seus quatro filhos, todos com menos de 12 anos e avó das crianças, de 50 anos. Ele foi interrogado nesta segunda-feira (29) na Califórnia, Estados Unidos.

 As crianças morreram no local do crime, uma casa em Lancaster, perto de Los Angeles (oeste) a causa da morte foi por ferimentos à bala na parte superior do corpo, segundo a polícia.

 A avó das crianças também foi morta no mesmo dia. O caso aconteceu na noite de doming. Sua morte também foi causada por ferimento à bala.

 O suspeito do crime, David, foi preso e sua fiança foi fixada em 2 milhões de dólares. Segundo Los Angeles Times, um jornal local, informou que o homem já estava com sua licença de porte de arma cancelada. Ele era vigia.

 Foi entrevistado pelo jornal Waki Jones, responsável por transportar as duas crianças mais velhas, Amaya, 12 anos, e Demarcus, 9, por muito tempo.

"Amaya era uma menina doce. (...) Ela sempre protegeu seu irmão", disse Jones ao Los Angeles Times. "É inacreditável. Não posso acreditar que eles morreram".

A violência armada nos Estados Unidos

Alguns ativistas acreditam que um dos maiores problemas do país norte-americano é causado pela estrutura que legaliza o porte de arma. As tentativas de impedir a posse do armamento são delimitadas por uma minoria que são pró-armas, essas pessoas defendem que a constituição estadunidense garante o direito de estar armado.

Jornal Midiamax