Mundo

Evo Morales diz que se dedicará a formar líderes e a criar tambaquis

Em entrevista à BBC News Mundo (serviço em espanhol da BBC), o ex-presidente boliviano afirma que não será um protagonista na gestão do presidente eleito, Luis Arce, que terá início em 8 de novembro. Por isso, indica que a partir de agora se dedicará à formação de lideranças políticas e à criação de tambaquis, o […]

Da Redação Publicado em 01/11/2020, às 10h12

Ex-presidente da Bolívia Evo Morales. (Foto: reprodução/Sérgio Lima/PODER 360)
Ex-presidente da Bolívia Evo Morales. (Foto: reprodução/Sérgio Lima/PODER 360) - Ex-presidente da Bolívia Evo Morales. (Foto: reprodução/Sérgio Lima/PODER 360)

Em entrevista à BBC News Mundo (serviço em espanhol da BBC), o ex-presidente boliviano afirma que não será um protagonista na gestão do presidente eleito, Luis Arce, que terá início em 8 de novembro.

Por isso, indica que a partir de agora se dedicará à formação de lideranças políticas e à criação de tambaquis, o peixe, como negócio.

Morales afirma que realizará essa tarefa a partir de seu principal reduto, o Chapare — região no centro da Bolívia onde surgiu o movimento dos produtores de folha de coca que o sustentou no poder.

Na verdade, ele diz que já tem data de retorno à Bolívia: 11 de novembro. Exatamente um ano após sua partida, depois da renúncia ao poder, quando já tinha quase 14 anos no cargo. Primeiro, ele foi para o México, e depois partiu para o atual refúgio, na Argentina.

Jornal Midiamax