Mundo

‘Ele queria encontrar a paz’, diz em comunicado família do DJ Avicii

Família do dj Avicii divulga carta sobre a morte do DJ e produtor sueco. Sem mencionar causa da morte, o comunicado afirma que ele enfrentava 'questões existenciais'.

Tatiana Marin Publicado em 26/04/2018, às 16h39 - Atualizado às 17h59

DJ e procutor sueco Avicci foi encontrado morto no dia 20 de abril. (Foto: Reprodução/Facebook)
DJ e procutor sueco Avicci foi encontrado morto no dia 20 de abril. (Foto: Reprodução/Facebook) - DJ e procutor sueco Avicci foi encontrado morto no dia 20 de abril. (Foto: Reprodução/Facebook)

Ainda sem comunicado oficial sobre a causa da morte, a família do DJ e produtor Avicii divulgou um comunicado nesta quinta-feira (26). Ele foi encontrado morto no dia 20 de abril. Sem fazer afirmações, a carta dá a entender que ele passava problemas.

Apesar de afirmar que Avicci encarava “questões existenciais”, a divulgação não menciona suicídio. Conforme publicado pelo G1, a família menciona que Avicii “era uma alma frágil”, “não podia continuar mais” e “lutava com pensamentos sobre Significado, Vida e Felicidade”.

Leia a carta na íntegra.

“Estocolmo, 26 de abril de 2018.

Nosso amado Tim era um ‘buscador’, uma alma artística frágil buscando respostas para suas questões existenciais.

Uma pessoa super capaz, perfeccionista, que viajava e trabalhava duro , numa velocidade que levou ao cansaço extremo.

Quando ele parou de fazer turnês, ele queria achar um equilíbrio na vida para ser feliz e poder fazer o que ele amava mais – música.

Ele realmente lutava com pensamentos sobre Significado, Vida e Felicidade.

Ele não podia continuar mais.

Ele queria encontrar paz.

Tim não era adaptado para a máquina de negócios em que ele se encontrou; ele era um cara sensível que amava seus fãs mas saiu dos holofotes.

Tim, você vai ser para sempre amado e vamos sentir sua falta.

A pessoa que você era e sua música vão manter sua memória viva. Nós te amamos, sua família”

Jornal Midiamax