Mundo

Série de atentados deixa ao menos 40 mortos na Síria

Ataques ocorreram em quatro cidades

Norberto Liberator Publicado em 05/09/2016, às 14h41

None
siria.jpg

Ataques ocorreram em quatro cidades

Cerca de 40 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas, após cinco explosões em áreas controladas pelo governo da Síria, nesta segunda-feira (5). No último domingo (4), o grupo autointitulado Estado Islâmico havia reivindicado a autoria de atentados na região.

De acordo com a rede catariana Al Jazeera, os ataques ocorreram na cidade de Tartous, na costa do mar Mediterrâneo, além de subúrbios da capital Damasco e da cidade de Hasaka, no nordeste do país, onde o governo disputa território com rebeldes curdos.

A mídia local, citada pelo canal árabe, afirma que cerca de 30 pessoas morreram e 43 outras tiveram ferimentos em um ataque duplo, ocorrido nos arredores de Tartous. A cidade e a província de mesmo nome são um dos redutos de apoio ao presidente Bashar Al Assad.

A TV estatal síria afirma que “dois terroristas atacaram a torre de Arzuna. O primeiro, um carro-bomba; o segundo, um homem-bomba que detonou seu cinto de explosivos quando as pessoas saíram para ajudar os feridos”. Além desse ataque, mais quatro pessoas morreram e 10 ficaram feridas no bairro de Al-Zahra, que está sob controle do governo.

Outro atentado também foi registrado em Al-Sabboura, região oeste de Damasco, onde uma pessoa morreu e outras três ficaram feridas. O enviado da Al Jazeera à cidade turca de Gazientep – na fronteira com a Síria – Hashem Ahelbarra, afirma que “os ataques parecem ter acontecidos todos ao mesmo tempo, o que leva muitos a crer que foi coordenado”.

Jornal Midiamax