Mundo

Após ser xingado de “filho da p…”, Obama cancela encontro com presidente filipino

Rodrigo Duterte fez declaração em coletiva de imprensa

Norberto Liberator Publicado em 06/09/2016, às 13h01

None
rodrigo-duterte-philippine-national-police-getty-640x480.jpg

Rodrigo Duterte fez declaração em coletiva de imprensa

presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, cancelou a viagem às Filipinas que faria nesta terça-feira (6). O motivo foram as declarações polêmicas do presidente Rodrigo Duterte, que o chamou de “filho da p…” na segunda-feira (5).

Eles deveriam se reunir no encontro da Asean (Associação das Nações do Sudeste Asiático), no Vietnã, mas Obama decidiu não comparecer, depois dos insultos proferidos por Duterte. Na ocasião, ele havia sido questionado em coletiva de imprensa sobre a possibilidade do norte-americano criticar sua política severa contra a criminalidade.

"Deve ser respeitoso. E não só lançar perguntas e declarações. Filho da p…, vou xingá-lo nesta cúpula", foi a resposta do filipino. Desde que assumiu como presidente, Duterte iniciou uma violenta “guerra ao narcotráfico”, na qual morreram cerca de 1,8 mil pessoas em dois meses.

Em comunicado, a assessoria do presidente asiático lamentou o incidente com Obama “Apesar de a causa imediata (da polêmica) ser os fortes comentários em certas perguntas da imprensa (…) também lamentamos que tenha sido interpretado como um ataque pessoal contra o presidente dos Estados Unidos".

Duterte já havia ameaçado sair da ONU (Orgaznização das Nações Unidas), além de dizer que o órgão “não serve para nada”. Ele também chegou a dizer que cortaria relações com os EUA e a Austrália.

Jornal Midiamax