Mundo

Idoso de 101 anos e mais 3 são resgatados com vida no Nepal

Funchu Tamang estava com ferimentos leves

Midiamax Publicado em 03/05/2015, às 13h47

None
mundo-nepal-desaparecidos-europeus.jpg

Funchu Tamang estava com ferimentos leves

Um idoso de 101 anos e outras três pessoas foram resgatadas com vida uma semana depois do terremoto que já matou mais de 7 mil pessoas no Nepal. O homem com mais de um século de vida foi resgatado dos escombros de sua casa no Nepal, anunciou a polícia neste domingo (3).

Funchu Tamang foi resgatado no sábado (2) com ferimentos leves e levado de helicóptero ao hospital do distrito, afirmou à AFP o oficial da polícia local Arun Kumar Singh. “A situação é estável”, disse Singh em Nuwakot, localidade que fica 80 km ao noroeste de Katmandu. “Tem ferimentos no tornozelo esquerdo e em uma das mãos. A família está ao seu lado”, completou.

A polícia também resgatou três mulheres dos escombros neste domingo em Sindupalchowk, um dos distritos mais afetados pelo terremoto, mas as autoridades não informaram quanto tempo elas permaneceram soterradas.

Uma foi atingida por um deslizamento de terra e as outras duas estavam presas nos escombros de suas casas. “Todas foram levadas para o hospital”, afirmou Suraj Khadka, oficial da Polícia Militar em Katmandu.

O governo do Nepal anunciou no sábado que praticamente descartava a possibilidade de encontrar sobreviventes nos escombros da capital. As equipes de resgate de mais de 20 países utilizam cães farejadores e equipamentos térmicos para tentar encontrar sobreviventes entre a montanha de escombros da cidade.

O governo nepalês anunciou neste domingo que o balanço atual de pouco mais de 7 mil mortos pode aumentar consideravelmente, já que as equipes de emergência ainda não conseguiram ter acesso às localidades isoladas e situadas próximas do epicentro do terremoto de 7,8 graus que sacudiu o país himalaio.

Jornal Midiamax