Mundo

Em testamento, Robin Williams restringe uso de imagem

A família do ator está em uma briga judicial, que se arrasta há oito meses, pela herança deixada por ele

Gerciane Alves Publicado em 02/04/2015, às 16h09

None
robin.jpg

A família do ator está em uma briga judicial, que se arrasta há oito meses, pela herança deixada por ele

O testamento deixado pelo ator norte-americano Robin Williams, que morreu em agosto do ano passado, restringe o uso de sua imagem até 2039, informou o site “The Hollywood Reporter”. Com isso, não poderá ser gerada nenhuma campanha publicitária ou recriações virtuais do ator por 25 anos.

O portal ainda informou que, caso os direitos de imagens de Williams sejam utilizados, toda a renda deve ser revertida para uma organização de caridade chamada “Windfall Foundation”.

A família do ator está em uma briga judicial, que se arrasta há oito meses, pela herança deixada por ele. Os filhos e a viúva de Williams não conseguem se entender na quantidade de itens que cada um deve receber

Jornal Midiamax