Mundo

Drama e choro no tribunal: o reencontro entre juíza e acusado em Miami

Os dois estudaram juntos na escola Nautilus Middle School

Gerciane Alves Publicado em 03/07/2015, às 20h06

None
reencontro.jpg

Os dois estudaram juntos na escola Nautilus Middle School

Dois ex-colegas de escola, uma juíza e um suspeito de furto a residência, tiveram um reencontro emocionante em um tribunal de Miami, na Flórida.

A juíza Mindy Glazer estava à frente de uma audiência com o suspeito, Arthur Booth, de 49 anos, acusado de furto e de resistir à prisão.

No fim da audiência, a juíza pergunta se o suspeito frequentou, no ensino médio, a escola Nautilus Middle School. Arthur Booth demonstra grande surpresa ao reconhecer a juíza, começa a chorar e cobre o rosto repetindo “Meu Deus, meu Deus”.

“Sinto muito em encontrá-lo aqui. Sempre me perguntei o que havia acontecido com você, senhor”, disse a juíza em meio ao choro contínuo do ex-colega.

“Esse era o menino mais legal na escola, ele era a melhor criança da escola. Eu jogava futebol com ele (…) e vejam o que aconteceu”, disse a juíza. “Espero que você seja capaz de mudar. Boa sorte para você. Espero que você consiga sair dessa bem e levar uma vida dentro da lei”, acrescentou.

A juíza determinou que o suspeito permaneça preso sob fiança de U$ 43 mil (R$ 134 mil).

Jornal Midiamax