Mundo

Combatente do EI revela sua localidade sem querer ao tuitar

Desde então, Mark Taylorr deletou cerca de 45 tweets

Gerciane Alves Publicado em 02/01/2015, às 15h05

None

Desde então, Mark Taylorr deletou cerca de 45 tweets

Um homem natural da Nova Zelândia que atua como combatente do Estado Islâmico acidentalmente revelou sua localização ao publicar mensagens no Twitter. As informações são da Time.

De acordo com a publicação, Abu Abdul-Rahman, também conhecido como Mark Taylor, viajou ao Iraque em maio de 2012 para se unir ao grupo jihadista. Pouco tempo depois, ele postou na rede social que aquela seria uma “viagem só de ida” e ainda compartilhou uma imagem de seu passaporte queimado.

Nos meses seguintes, o combatente publicou mais uma série de mensagens até que percebeu que elas, sem querer, haviam sido geolocalizadas.

Desde então, Taylor (cuja conta foi suspensa) deletou cerca de 45 tweets. Todos eles haviam sido acompanhados por Jeff Wyers, especialista em segurança chefe de um grupo de inteligência de códigos, que conseguiu localizar a casa em que o neozelandês estava escondido na cidade síria de al-Taqbah.

Jornal Midiamax