MidiaMAIS / TV & Novela

De volta na segunda, “Salve-se Quem Puder” teve presságio sobre a pandemia

Interrompida pelo coronavírus há um ano, “Salve-se Quem Puder” proporcionou ao público cenas que hoje podem soar premonitórias pela terrível coincidência com os comportamentos adotados a partir da chegada da pandemia. As sequências aconteceram porque o personagem Rafael (Bruno Ferrari) tinha extremas manias de limpeza, hoje consideradas básicas e essenciais para o convívio em so...

João Ramos Publicado em 20/03/2021, às 15h38 - Atualizado às 15h45

Bruno Ferrari interpreta Rafael na novela das sete (Divulgação, Globo)
Bruno Ferrari interpreta Rafael na novela das sete (Divulgação, Globo) - Bruno Ferrari interpreta Rafael na novela das sete (Divulgação, Globo)

Interrompida pelo coronavírus há um ano, “Salve-se Quem Puder” proporcionou ao público cenas que hoje podem soar premonitórias pela terrível coincidência com os comportamentos adotados a partir da chegada da pandemia.

As sequências aconteceram porque o personagem Rafael (Bruno Ferrari) tinha extremas manias de limpeza, hoje consideradas básicas e essenciais para o convívio em sociedade.

De volta na segunda, "Salve-se Quem Puder" teve presságio sobre a pandemia
Fandom no Instagram captou imagens da novela e usou como forma de prevenção ao corona (Reprodução, Kyrael FC)

Morrendo de medo de contrair qualquer tipo de doença, obcecado por limpeza e organização, Rafael obrigava todos a usarem máscara, higienizarem a mão com álcool em gel e até trocarem os sapatos por calçados especiais ao entrarem em sua sala.

O escritório do mocinho estava constantemente sendo dedetizado e ela era considerado maluco e paranóico. As principais cenas que mostraram esses acontecimentos foram ao ar entre fevereiro e março de 2020. Menos de um mês depois, toda a humanidade estaria fazendo o mesmo que Rafael fazia na novela.

Hoje, um ano após as cenas, o jeito exagerado do personagem ficou ainda mais próximo da realidade das pessoas. “Salve-se Quem Puder” retorna na segunda (22) desde o início. Portanto, todas essas cenas serão reexibidas. A reta final gravada na pandemia só será exibida a partir de maio.

De volta na segunda, "Salve-se Quem Puder" teve presságio sobre a pandemia
Rafael não apertava a mão das pessoas, sempre usando máscaras e luvas, mantendo distanciamento (Divulgação, Globo)
Jornal Midiamax