MidiaMAIS / Famosos

Antonia Fontenelle detona Batoré após sua morte: 'coitadinho o c*, não passava de um covarde'

Ela processou o comediante e pediu R$ 110 mil de indenização por danos morais após ele chamá-la de "rapariga"

João Ramos Publicado em 11/01/2022, às 07h53

Batoré se sentiu ofendido quando a influenciadora criticou o estado de Alagoas após o ator Henri Castelli ser agredido em um bar
Batoré se sentiu ofendido quando a influenciadora criticou o estado de Alagoas após o ator Henri Castelli ser agredido em um bar

A apresentadora Antonia Fontenelle expressou sua opinião sobre a morte do humorista Batoré, aos 61 anos, vítima de um câncer, nesta segunda-feira (10), e causou polêmica com seu posicionamento a respeito do ator.

"Hoje morreu um cearense, que todos chamam de humorista, e que pra mim ele não passava de um cara covarde, machista e que me apontou, me julgou, foi cruel, foi covarde comigo, sem nunca ter me visto na vida, sem nunca eu ter feito nada com ele, o tal do Batoré. Agora um monte de gente: coitadinho, Batoré morreu! Coitadinho o c*, não é porque ele morreu, que ele passou a ser santo e vai morar com Deus", disse Antonia.

Briga antiga

Antonia Fontenelle e Batoré protagonizam uma briga desde 2019, quando ela processou o comediante e pediu R$ 110 mil de indenização por danos morais após ele chamá-la de "rapariga". Batoré se sentiu ofendido quando a influenciadora criticou o estado de Alagoas após o ator Henri Castelli ser agredido em um bar.

"Turistas do Brasil, cuidado quando vocês forem para Alagoas, cuidado mulheres com seus maridos, porque eles podem apanhar covardemente, e cuidado homens com suas mulheres, porque elas também podem sofrer alguma violência", disse Antonia à época.

Batoré, por sua vez, a chamou de "rapariga" e foi processado.

Jornal Midiamax